Visual-Vocal: Oficina com Américo Rodrigues

visual vocal 1-2

“Il faut pulvériser notre langage usé — c’est-à-dire faire scintiller le mot” (Pierre Garnier )

Basta um breve mastigar de palavras e sons, qual ritual de feitiçaria ou golpes de tacão no país de Oz, e eis que se nos apresenta o vasto reino da poesia sonora. O Grande Américo dá o mote; a partir daí, sem grandes explicações, cada um solta ou tange as cordas vocais à sua maneira. A inibição desaparece lesta e a voz começa a saltitar por caminhos que emprestam nova expressão às lamúrias quotidianas.
Como seria o nosso dia-a-dia se ao falar entoássemos com as bochechas o ranger dos dentes e o bater dos lábios, o assobio da língua e o apertar da garganta? O potencial vocal absorve qualquer recurso normalmente aplicado noutras funções (beber, mastigar, etc.): aqui tudo é valência sonora.
Algo de inesperado e maravilhoso acontece: incríveis vozes de capacidades extravagantes emergem subitamente — que gozo seria um mundo comunicante em poesia sonora…!

Continue reading

Sonificação Musical de Texto: d’ Os Lusíadas ao Twitter

26112444_1873608652950792_8077373182069074431_nO projecto  DAS PALAVRAS NASCEM SONS DOS SONS NASCEM IDEIAS, da responsabilidade do Serviço Educativo do JACC, continua as suas actividades.

Desta vez trata-se de um evento que dá pelo nome de ‘Sonificação Musical de Texto: d’ Os Lusíadas ao Twitter’, uma actividade que terá lugar no Salão Brazil, no próximo dia 27 de janeiro, pelas 16 horas. Estarão presentes Ângela Coelho, Mariana Seiça, Pedro Martins, e Amílcar Cardoso.

Nesta sessão, Pedro Martins e Amílcar Cardoso começarão por contextualizar a Sonificação enquanto área de estudo académica e ferramenta criativa e utilitária. De seguida, Ângela Coelho e Mariana Seiça apresentarão dois projectos académicos sobre Sonificação musical aplicada, respectivamente, à Literatura, através do mapeamento de dados do poema épico ‘Os Lusíadas’ e ao Twitter.

Continue reading

Visual Vocal & Parlatório

23659146_1425494704216173_3618757645497175786_n

No próximo dia 13 de janeiro, há Poesia Sonora no Salão Brazil, em Coimbra.

Trata-se da apresentação de “Parlatório”, a produção mais recente de Américo Rodrigues, sobre a qual refere o poeta sonoro da Guarda

Há um ano entrevistei demoradamente 7 presos para que me contassem a sua história de vida. A ideia inicial era escrever um livro com narrações daquelas mulheres e homens que estavam a cumprir pena numa prisão do interior de Portugal. Registei em vários cadernos o que de mais importante me disseram (depoimentos de grande autenticidade), sublinhando frases e ligando palavras com setas e outras anotações. O que escrevi foi aquilo que considerei ser o essencial do que ouvi. Histórias de roubos, tráficos, burlas, assaltos, dependências, traições, violências, mortes. Vidas. A partir desse material de base concebi uma peça de poesia sonora que cruza a minha vocalidade (gritos, sussurros, choros, línguas inexistentes, ruídos bucais, cantos de inspiração étnica, estalidos com a língua, terrorismo fonético, etc.) com a leitura dos apontamentos da conversa com aqueles reclusos (leitura branca, interpretação teatral, enganos, hesitações, alteração de velocidade, silêncios, amálgamas, etc.)

Continue reading

Som Sou Voz Vez

Realizou-se este Domingo, 21 de Maio, a performance Som Sou Voz Vez, de Américo Rodrigues. O evento, integrado no programa do Saca Orelhas, teve lugar no Salão Brazil.

O Saca Orelhas: Poesia , Música e Tascas, decorreu de 12 a 21 de Maio, na Baixa de Coimbra, e constituiu-se como um conjunto de eventos, promovidos pela Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra (APBC), pelo colectivo Fractura Exposta, e pelo Serviço Educativo do JACC, que levaram a poesia e a performance a diferentes locais da cidade.

A performance de Américo Rodrigues, da qual partilhamos um breve vídeo, foi fortemente centrada em textos do seu último álbum, Porta-Voz, de 2014. Enfrento, Obrigadinho!, Partida de Borges para Uqbar, Porquê o quê, ou Ó, tema recorrente durante toda a performance, foram a matéria plástica a partir da qual o poeta sonoro da Guarda construiu, mais uma vez, um trabalho vocal de uma intensidade inusitada.

Continue reading

Janeiro em Coimbra: Arquivo, Oficina, Concerto

Vai realizar-se, no próximo dia 7 de Janeiro, a 2.ª sessão de apresentação do Po-ex.net na cidade de Coimbra. A sessão dedicada ao Texto-som, contará com a presença de Rui Torres, Luis Aly, responsável pela remistura sonora em tempo real, e terá como local-guest Nuno Miguel Neves, estudante do Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura e membro do projecto Vox Media.

Para 4 de Fevereiro está já agendada a 3.ª e última sessão, dedicada ao Texto-Código/Texto-Espaço, e que, para além da presença de Rui Torres e de Luís Grifu, contará com Sandra Guerreiro Dias como local-guest. Continue reading

Arquivo Vivo é Anarquivo!

A Po-ex.net: Arquivo Digital da Literatura Experimental Portuguesa vai realizar na cidade de Coimbra, ao longo de três sessões, a apresentação do seu arquivo. Os eventos, intitulados ARQUIVO VIVO É ANARQUIVO!, terão lugar nos dias 10 de Dezembro de 2016, 7 de Janeiro e 4 de Fevereiro de 2017, no Salão Brazil.

O dia 10 de Dezembro será dedicado Texto-Texto/Texto-Imagem, e contará com a presença de Rui Torres e Ana Carvalho. O local guest será Bruno Ministro.

Dia 7 de Janeiro será a vez do Texto-Som, numa sessão em que estarão presentes Rui Torres e Luís Aly. Nuno Miguel Neves será o local guest.

A última sessão, a realizar no dia 4 de Fevereiro, contará com a presença de Rui Torres e de Luís Grifu. Dedicada ao Texto-Código/Texto-Espaço, contará com Sandra Guerreiro Dias como local guest.

A entrada é gratuita e todas as sessões terão início pela 17 e 30.

Alessandra Eramo em Coimbra

Neste mês de Abril, Alessandra Eramo, sound artist, vocalista e compositora italiana radicada em Berlim, virá a Coimbra, a convite do Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura, para duas actividades: dia 27 no Salão Brazil e dia 28 na FLUC.

aeramoNa noite de 27 de Abril, quarta-feira, pelas 22 horas, quem se deslocar ao Salão Brazil poderá assistir ao “Gesticular da Voz. Solo para Voz e Electrónica“, performance para a qual a artista criou uma colagem (sonora) com base num vasto leque de técnicas vocais e paisagens sonoras urbanas e industriais.

Continue reading

Cabaret Voltagem

Vai realizar-se, no próximo dia 13 de Abril, o Cabaret Voltagem. O evento é o culminar de uma residência artística efectuada no Salão Brazil por Bruno Ministro, Nuno Miguel NevesTiago Schwäbl, alunos do Programa de Doutoramento «Estudos Avançados em Materialidades da Literatura».

CabaretVoltagemA residência artística realizou-se entre os meses de Janeiro e Março, a convite do JACC, e está integrada no projecto Das Palavras Nascem Sons dos Sons Nascem Ideias, que é descrito pelo Serviço Educativo do JACC como um “projeto multidisciplinar que visa abordar as zonas de fronteira disciplinares e os cruzamentos de medium, focando a voz enquanto som, mensagem, resistência, agente de circulação da palavra.”

Continue reading