RAPublicar: A micro história que fez história numa Lisboa adiada – 1986-1996

RAPublicar de Soraia SimoesIrá ser lançado, no próximo mês de Abril RAPublicar: A micro história que fez história numa Lisboa adiada – 1986-1996, da autoria de Soraia Simões, investigadora associada ao Instituto de História Contemporânea da FCSH e fundadora do Mural Sonoro.

A obra é um dos resultados do projecto RAPortugal 1986-1996, projecto que incide sobre a prática do rap e o impacto da cultura hip-hop no período descrito na sociedade portuguesa e que é constituído por 3 eixos: desde logo a publicação deste livro mas, também, 3 workshops em escolas da periferia de Lisboa, e uma compilação com 10 MC/Rappers contemporâneos que será apresentada em 3 concertos.

RAPublicar…, que parte de recolhas realizadas entre 2012 e 2016, contará com testemunhos de General D, Makkas (Black Company), Francisco Rebelo (Cool Hipnoise, baixista Black Company, Mind da Gap, Boss AC, Ithaka), Marta Dias Continue reading

VARIAÇÕES SOBRE ANTÓNIO: Um colóquio em torno de António Variações

VARIAÇÕES SOBRE ANTÓNIO: Um colóquio em torno de António Variações, vai realizar-se na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, nos dias 7 e 8 de Dezembro de 2017.

A Call for papers & performances, bem como toda a informação necessária, pode ser encontrada em antoniovariacoes.wordpress.com.

O Colóquio:

O colóquio propõe-se estudar, quer a obra do compositor e cantor, quer aquilo que nela é sintoma de fenómenos mais vastos – um deles, e dos mais importantes, a forma como a cultura portuguesa posterior à Revolução de 1974 tenta sintonizar-se / dessintonizar-se com o mundo exterior e, em particular, com a cultura e civilização saída dos anos 60, sobretudo aquela latamente designável como pop. O colóquio é uma proposta do Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura, e da área de Estudos Artísticos, ambos da FLUC, e conta, neste momento, com o apoio do Centro de Literatura Portuguesa, do Teatro Académico de Gil Vicente, do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX, da Rádio Universidade de Coimbra, e do Jazz ao Centro Clube.

Continue reading

Conversas do Éter na Universidade de Aveiro

Ocorreu no passado dia 4 de Março de 2017 a terceira edição de Conversas do Éter, encontro de radioamadores e investigadores que visa a partilha e complementaridade entre conhecimento teórico e experiência no terreno.

Conversas do Éter 1
O Congresso foi organizado por Jorge Ruivo e Nicolas Neto, coordenadores do Núcleo de Radioamadores da Associação de Electrónica, Telecomunicações e Telemática da Universidade de Aveiro (NRAETTUA) e contou com Nuno Carvalho, Douglas Maggs e Luis Cupido como principais oradores.

«Um congresso dirigido a todos os amantes de rádio comunicações, que pretende pôr frente a frente investigadores científicos/académicos e radioamadores.
Esperam-se discussões de elevado interesse às ciências radioelétricas. »

Som & flama

Na cave do Departamento de Física da UC estão guardados alguns instrumentos de medição (acústica, optométrica, gasométrica, eletromagnética…) encomendados pela Universidade – a sua maioria nos séculos XVIII e XIX – a partir de catálogos distribuídos na época pelas universidades europeias – como os de Max Kohl, por exemplo –  com fins demonstrativos nas aulas da Academia e que, com a queda de paradigmas, foram ampliando a coleção do Museu da Ciência.

O espólio inclui um fonautógrafo do construtor prussiano Rudolf Koenig (1832-1901), à semelhança dos primeiros aparelhos de registo sonoro do francês Édouard-Léon Scott de Martinville (1817-1879), adquirido pela Universidade a pedido de António dos Santos Viegas (1837-1914), à data Diretor do Gabinete de Física (1880-1911), e constituiu o pretexto para a visita do Vox Media ao piso -1 da Rua Larga; GILBERTO PEREIRA, conservador e restaurador do Museu, abriu-nos as portas e guiou-nos pela casamata de vitrines de precisão acústica.

Continue reading

Radiesthetics Workshop: Formar na Digitópia

http://dewidevree.org/

Vai realizar-se na Casa da Música (Porto), no próximo dia 21 de Janeiro, um workshop com Dewi de Vree e Patrizia Ruthensteiner.

O curso, realizado em parceria com a Sonoscopia Associação Cultural, tem como objectivo

explorar o mundo invisível à nossa volta com receptores de antena portáteis, a conceber no curso, capazes de detectar campos electromagnéticos e lhes atribuir sons electrónicos. Arte do som, escultura e electrónica combinam-se num processo de construção realizado em grupos de dois participantes. Cada dupla escolhe o design e materiais que desejar, o que conduzirá à criação de esculturas‑antenas únicas em busca de sons escondidos.

O curso, que terá um custo de inscrição de 15€, realizar-se-á entre as 11.00 e as 18.00.

Janeiro em Coimbra: Arquivo, Oficina, Concerto

Vai realizar-se, no próximo dia 7 de Janeiro, a 2.ª sessão de apresentação do Po-ex.net na cidade de Coimbra. A sessão dedicada ao Texto-som, contará com a presença de Rui Torres, Luis Aly, responsável pela remistura sonora em tempo real, e terá como local-guest Nuno Miguel Neves, estudante do Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura e membro do projecto Vox Media.

Para 4 de Fevereiro está já agendada a 3.ª e última sessão, dedicada ao Texto-Código/Texto-Espaço, e que, para além da presença de Rui Torres e de Luís Grifu, contará com Sandra Guerreiro Dias como local-guest. Continue reading

«Dadá nunca ha muerto.»

No âmbito de um trabalho curricular nos seus tempos de estudante, Pere Sousa descobriu Kurt Schwitters. Tão violento foi o deslumbre que o jovem catalão abandonou o curso das Belas Artes para se dedicar em exclusivo ao mestre alemão. O resultado é o merzmail.net, um dos arquivos mais impressionantes no campo da mail art e Merz.

Os 130 anos Kurt Schwitters (e de Marcel Duchamp!) foram pretexto para uma conversa de tirar o fôlego, com Pere Sousa a partilhar o seu impressionante conhecimento sobre os detalhes da vida e obra de Kurt Schwitters.

Pere Sousa (Lleida, 1955) é o mentor da plataforma Merz Mail, dedicada não só à mail art, mas também à Poesia Sonora e Fonética, sendo que Kurt Schwitters ocupa um lugar central neste arquivo em linha. Em 1994, cria a Factoría de Activismo Cultural Merz Mail e, nessa mesma década, dedica-se a projetos como as zines P.O.BOX (1994-1999, 36 números) e 598 (2002-2015, 41 números), entre outras publicações monográficas, edições e traduções.

Continue reading

«todos fazemos poesia fonética no dia-a-dia»

Fragas Falantes / Speaking Stones 1996-2016 dão expressão a duas décadas de trabalho gráfico do (não só) tipógrafo Jorge dos Reis, a par da Exposição “20 anos 20 tipos de letra” patente na Faculdade de Artes e Letras da Universidade da Beira Interior na Covilhã.

Jorge dos Reis (Unhais da Serra, 1971) é o autor de três importantes tomos sobre O Desenho da Escrita em Portugal (Biblioteca Nacional de Portugal, 2012), destacando-se também a sua colaboração com Américo Rodrigues: Trânsito Local Trânsito Vocal (2004, cd-áudio).

Nos seus tempos de estudante, pendulava entre as Belas Artes e o Conservatório Nacional, onde frequentou canto, bem como aulas de Jorge Peixinho.

Esta duplicidade serviu de leitmotiv à conversa na sala 401 da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa no passado dia 25/10/2016. A entrevista passou no Hipoglote, programa de poesia sonora da Rádio Universidade de Coimbra (RUC) que podem voltar a escutar.

 

Arquivo Vivo é Anarquivo!

A Po-ex.net: Arquivo Digital da Literatura Experimental Portuguesa vai realizar na cidade de Coimbra, ao longo de três sessões, a apresentação do seu arquivo. Os eventos, intitulados ARQUIVO VIVO É ANARQUIVO!, terão lugar nos dias 10 de Dezembro de 2016, 7 de Janeiro e 4 de Fevereiro de 2017, no Salão Brazil.

O dia 10 de Dezembro será dedicado Texto-Texto/Texto-Imagem, e contará com a presença de Rui Torres e Ana Carvalho. O local guest será Bruno Ministro.

Dia 7 de Janeiro será a vez do Texto-Som, numa sessão em que estarão presentes Rui Torres e Luís Aly. Nuno Miguel Neves será o local guest.

A última sessão, a realizar no dia 4 de Fevereiro, contará com a presença de Rui Torres e de Luís Grifu. Dedicada ao Texto-Código/Texto-Espaço, contará com Sandra Guerreiro Dias como local guest.

A entrada é gratuita e todas as sessões terão início pela 17 e 30.